Entre em contato:

Entre em contato:
e-mail: flavio@amputadosvencedores.com.br

telefones: (43) 3338-1791 e 9997-6275

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Conheça os 10 trechos mais perigosos das rodovias brasileiras

O Ranking da Polícia Rodoviária Federal e do Ipea relacionou o número de acidentes com ocorrência de mortos e feridos nas estradas federais em dezembro de 2013.

Os três pontos que registraram mais ocorrências estão nas estradas BR-101, BR-381 (Fernão Dias) e BR-116 (Via Dutra).

Elaborado pela Polícia Rodoviária Federal e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o estudo relacionou o número de acidentes com a incidência de mortos e feridos neste ano. Para acidentes sem vítima, adquiria-se 1 ponto; com ferido, 5 pontos; com morte, 25 pontos. 
A soma da pontuação estabelece o índice de gravidade atribuído a cada local.


No Brasil, cerca de 65% da movimentação de cargas e 90% da movimentação dos passageiros ocorrem pelas rodovias.

Em 2013, o total autorizado pelo governo federal para investimentos em rodovias é de R$ 12,7 bilhões, muito pouco perto dos R$ 355,2 bilhões que a CNT (Confederação Nacional do Transporte) estima que as rodovias do país precisem. Entretanto, apenas 33,2%, ou R$ 4,2 bilhões, foram pagos até o início de outubro. Em 2012, do total autorizado (R$ 18,7 bilhões), foram pagos R$ 9,4 bilhões (50,3%).

Veja o ranking

  • 1º lugar - BR-101 (Km 200 a 210) em Santa Catarina

O líder do ranking é o trecho entre os quilômetros 200 e 210 da BR-101, com 1.049 acidentes ocorridos neste ano. Treze pessoas morreram no local e outras 516 ficaram feridas. O ponto passa pela cidade de Biguaçu, no litoral catarinense.

  • 2º lugar - Fernão Dias (Km 490 a 500) em Minas Gerais

O trecho entre os quilômetros 490 e 500 da Fernão Dias (BR-381) registrou 889 acidentes, com treze mortos e 273 feridos.

  • 3º lugar - Via Dutra (Km 220 a 230) em São Paulo

O trecho da Via Dutra (BR-116), que vai do quilômetro 220 ao 230 em São Paulo, teve 612 acidentes com dezoito mortos e 313 feridos. É o ponto com o maior número de vítimas entre os demais avaliados.

  • 4º lugar - BR-101 (Km 210 a 220) em Santa Catarina

Foram registrados 531 acidentes no trecho entre os quilômetros 210 e 220 da BR-101, em Santa Catarina. No local, quatorze pessoas morreram e 339 ficaram feridas.

  • 5º lugar - Fernão Dias (Km 480 a 490) em Minas Gerais

O trecho compreendido entre os quilômetros 480 e 490 da Fernão Dias (BR-381), em Minas Gerais, computou  999 acidentes, com 12 mortos e 244 feridos.

  • 6º lugar - BR-316 (Km 0 a 10) no Pará

No Pará, ponto entre os quilômetros 0 e 10 da BR-316 registrou 912 acidentes, que deixaram 13 mortos e 249 feridos.

  • 7º lugar - BR-262 (Km 0 a 10) no Espírito Santo

O trecho que compreende os quilômetros 0 e 10 da BR-262, no Espírito Santo, computou 780 acidentes, com quatro mortos e 291 feridos.

  • 8º lugar - BR-101 (Km 260 a 270) no Espírito Santo

No Espírito Santo, o trecho entre os quilômetros 260 e 270 da BR-101 registrou  917 acidentes, com onze mortos e 217 feridos.

  • 9º lugar - Via Dutra (Km 210 a 220) em São Paulo

O trecho da Via Dutra (BR-116) que compreende os quilômetros 210 e 220 teve 549 acidentes, que deixaram 16 mortos e 246 feridos.

  • 10º lugar - BR-222 (Km 0 a 10) no Ceará

Entre os quilômetros 0 a 10 da BR-222, no Ceará, aconteceram 420 acidentes, com treze mortos e 281 feridos.