Entre em contato:

Entre em contato:
e-mail: flavio@amputadosvencedores.com.br

telefones: (43) 3338-1791 e 9997-6275

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Distração ao volante pode ser fatal

DISTRAÇÃO AO VOLANTE MATA MAIS DE 5000 PESSOAS POR ANO NO BRASIL

Hoje em dia existe tanta tecnologia a disposição do motorista que nos esquecemos dos riscos que elas representam quando estamos ao volante. São muitas coisas para distrair o motorista.



Segundo levantamento feio pelo NHTSA- National Highway Traffic Safety Administration,  órgão responsável pela segurança do trânsito nos EUA,  mais de 3.000 pessoas morrem todos os anos naquele país em função da distração ao volante, o que representa aproximadamente 10% do total das mortes no trânsito.  Por isso, podemos estimar que esse número é ainda maior no Brasil, onde mais de 50 mil pessoas perdem a vida todos os anos nos acidentes de trânsito. Aqui 10% são mais de 5 mil pessoas.

As distrações ocorrem por vários motivos.  Mudar a estação do rádio, escolher outro CD para tocar no carro, atender o celular, escrever ou ler uma mensagem de texto,  ver um mapa, acompanhar as imagens do GPS.  Estamos tão conectados no mundo que vivemos que esquecemos o risco de ficar desconectados por alguns segundo quando estamos dirigindo.

O vilão do trânsito tem sido o celular
.



Praticamente todos os motoristas já atenderam o celular enquanto dirigiam e nos EUA 49% dos condutores reconheceram que já passaram mensagem de texto enquanto dirigiam. Curiosamente 98% reconhecem que isso é muito perigoso.

Dirigindo e digitando ao mesmo tempo
  • Simplesmente ajustar  a estação do rádio leva cerca de 1,5 segundo. É o bastante para provocar um acidente já que o condutor dirigindo , por exemplo, a 60km/h percorre 25 m sem a atenção necessária. Na estrada, dirigindo a 100km/h são 42m de distração total.
  • Ao ler uma mensagem de texto são pelos menos 2 segundos de distração. Portanto, a 60km/h são 34 m percorridos sem prestar atenção ao tráfego. A 100km/h serão  56m andando com a cabeça e os olhos em outro mundo. O que pode garantir uma passagem para o além só de ida.
  •  Agora, responder a mensagem de texto são 2,5 segundos de distração e risco ainda maior.
  • O simples ato de buscar algum objeto no porta-luvas, a 60km/h pode render 25m de viagem praticamente as cegas e mais de 40m a 100km/h.

A noite a situação é ainda mais grave. 


 Na estrada, por exemplo, a 90km/h, imagine uma situação como uma carreta  tombada fechando a pista. Do momento que você percebe o risco e pisa no freio vai percorrer 90 m até parar, nesse caso, exatamente em frente da carreta. A 100km/h você vai colidir a mais de 50km/h, em condições normais.  Numa situação como essa e distraído, por qualquer dos motivos apresentados, você vai ter  provavelmente uma colisão fatal.

E no caso de acidente, cuidado que tem gente que vai procurar aproveitar qualquer distração para fazer você assinar uma procuração ou papéis que permitam receber o DPVAT em seu lugar. No momento certo você cuida disso. Existem vários canais de informação para você ou pessoa de sua confiança obter informações sobre o DPVAT. Desde o 0800 022 1204 ao site www.dpvatsegurodotransito.com.br

Importante

Portanto, ao dirigir, fique 100% concentrado. Quer ouvir o rádio, tudo bem, mas não mude a estação. Atender o celular ou digitar textos está fora de cogitação. Lembre-se que alguns segundos de distração  no trânsito podem ser a diferença entre a vida e a morte.

 Fonte: Estradas.com.br