Entre em contato:

Entre em contato:
e-mail: flavio@amputadosvencedores.com.br

telefones: (43) 3338-1791 e 9997-6275

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Estradas federais registram 92 mortes no feriado de 7 de setembro, diz PRF

Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 869 acidentes e 1.307 feridos. Minas Gerais registrou o maior número de morte e acidentes graves.



 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 92 mortes nas estradas federais durante o feriado de 7 de setembro, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (8).

Dois acidentes graves foram responsáveis por 14% dos óbitos, um em Montes Claros de Goiás, na BR-070, e outro em Grão Mogol, no norte de Minas Gerais.

No total, foram 896 acidentes, que deixaram também 1.307 feridos. A Polícia Rodoviária Federal flagrou 1.056 pessoas dirigindo alcoolizadas e 151 foram presas por este motivo.

Os radares ainda detectaram 69.548 veículos trafegando acima da velocidade permitida. "O alto índice de registros de velocidade excessiva demonstra a urgente necessidade de mudança comportamental por parte dos motoristas", afirmou a PRF em nota.


 Ultrapassagens


 Cerca de 10 meses após um aumento de até 900% no valor das multas sobre ultrapassagens em locais proibidos, 6.777 motoristas foram pegos fazendo a manobra, que é um das principais causas de colisões com mortes, segundo a PRF.

Ainda de acordo com o balanço, os policiais rodoviários abordaram 2.609 veículos em que o motorista ou passageiros estavam sem o cinto de segurança, 336 crianças transportadas sem cadeirinha adequada e 384 motociclistas sem capacete nas estradas federais.

Demais estradas

Os dados da PRF não contabilizam acidentes em estradas estaduais ou municipais, como o tombamento de um ônibus em Paraty (RJ) no domingo, que deixou 15 mortos e 66 feridos, ou o acidente que vitimou o piloto de superbike Fábio Adas em Coroados (SP)

 Estradas do Paraná

Número de mortos em acidente em rodovia do Paraná sobe para sete em um único acidente. Acidente aconteceu na tarde de segunda-feira (7), na rodovia PR-486. Sétima vítima chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu. No total foram 31 mortes.